Entrevista UOL: Crise faz crescer risco de o Brasil voltar ao Mapa da Fome, diz ONU

Embora a fome tenha se mantido em patamar relativamente baixo no Brasil desde o começo da década de 2010, a ameaça de crescimento do número de pessoas severamente subalimentadas é real no país. Muito por causa do desemprego e do subemprego elevados, com queda abrupta da renda das famílias, como também da estagnação econômica –após dois anos de recessão, o país voltou a crescer economicamente em 2017, mas apenas 1%.

Segundo o brasileiro José Graziano da Silva, diretor-geral da FAO, sigla em inglês do órgão da ONU (Organização das Nações Unidas) responsável pelo estímulo ao combate à fome no mundo, esse quadro poderá levar o Brasil de volta ao grupo de países em que a fome é alarmante, o chamado Mapa da Fome, do qual saiu em 2014.

A íntegra da entrevista está em: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2018/10/17/jose-graziano-fao-onu-mapa-da-fome-brasil-obesidade.amp.htm